Brasil SEO - Otimização de Sites (SEO) | Marketing de Busca (SEM)
Buscar no Brasil SEO:
Checklist SEO
spacer Brasil SEO » Google Analytics » Bounce Rate: Entenda Como Funciona a Taxa de Rejeição spacer

Bounce Rate: Entenda Como Funciona a Taxa de Rejeição

Autor Postado por Rodrigo Mota na categoria Google Analytics , SEO e Usabilidade
Comentários [16] Comentarios

Esses dias surgiu para mim algumas dúvidas quanto ao Bounce Rate, ai resolvi fazer uma pesquisa e acabei criando um pequeno artigo sobre ele.

O Bounce Rate (ou taxa de rejeição) é uma métrica que tem o valor da taxa de visitantes que entram e saem do seu site sem visitar outras páginas dividida pelo total de visitantes dessa página.

O tempo de permanência de um usuário em uma página é calculado da seguinte forma: você entra na página A, e tempo depois você acessa página B. O tempo na página A é igual a (Hora de acesso da página B) – (Hora de acesso da página A). Se você acessar uma página e logo depois fechar seu browser ou mesmo voltar, o tempo nessa página é igual a 0. Ou seja, se o tempo na página é igual a 0, é considerado bounce rate. Você pode encontrar mais informações sobre medidas de tempo aqui.

A partir desse tempo se obtém o tempo médio de visita nas páginas e em seu site todo.

As páginas baseadas em Flash ou mesmo Ajax, por não serem carregadas frequentemente, possuem um bounce rate alto. Para contornar isso, você deve fazer o track para virtual pageviews, que é encontrado no próprio Google Analytics.

O bounce rate pode ser usado para verificar a qualidade das suas visitas e determinar se as páginas do seu site, principalmente as de entrada, cumprem seu papel de enviar tráfego para outras páginas que podem ser de maior interesse.

bounce-rate

Quanto maior forem as taxas de bounce rate, significa que a usabilidade de seu site não é boa, ou que por uma eventual busca o usuário não encontrou em seu site o que ele realmente desejou. Portanto, recomenda-se revisar também o SEO de seu site.

Caso seu Bounce Rate esteja alto, essas dicas abaixo podem te ajudar:

  • Faça algum tipo de interação com o usuário;
  • Dê uma boa usabilidade ao usuário, não colocando muitas propagandas
  • Pense em combinação de cores que sejam as melhores possíveis para o usuário.

Para o caso de blogs, essas dicas também podem ajudar:

  • Convide de alguma forma o usuário a fazer algum comentário em cada post;
  • Faça uma listagem de posts relacionados no final de cada post.

Quanto as dúvidas se o Google usa esses dados na criação das SERPs, a palavra oficialmente deles é que eles não utilizam. Nesse vídeo, o Matt Cutts responde uma pergunta semelhante.

Espero que esse post tenha solucionado a dúvida de muitos, e que as dicas possam ajudar bastante. Até a próxima.

Segredos Adsense

Artigos Relacionados

16 Respostas to “Bounce Rate: Entenda Como Funciona a Taxa de Rejeição”

  1. luiz Diz:

    gostei da apresentação que foi linkada!

    fica bem claro tambem q a ultima pagina acessada nao “ganha” o bounce rate. o q é pessimo.

  2. Claudio M.O. Moura Diz:

    Mauito bom. Não entendia muito dos detalhes do Bounce Rate.

    Parabéns,
    Claudio

    @_cmom_

  3. Paulo Alberto Diz:

    Olá, Rodrigo

    Dei uma lida no seu artigo e fiz algumas alterações no site da empresa, o Bounce rate de 35% baixou para 26% e já tenho outras idéias em mente para abaixar ainda mais.

    Parabéns pelas informações certeiras!

    Paulo

  4. Marcelo Souza Diz:

    Vivo tentando diminuir a taxa de rejeição.
    Mas o coisinha complicada.
    Bom artigo, parabens

  5. Dermeval Junior Diz:

    É, não sabia como funcionava, só sabia que uma taxa alta, 46% no meu caso, não era coisa boa. Mas por outro lado se os usuários estão saindo rápido por que clicaram no adsense ou mercado livre, então não é tão mal assim!!

  6. Anderson Lopes Diz:

    Dermeval,

    Então, como eu disse depende muito do tipo, de negócio, em uma rede social por exemplo, acho que uma taxa menor que 20% seria bom. Mas varia com o objetivo do site.

    Obrigado pelo comentário

    Abraço
    Anderson
    Equipe Brasil SEO

  7. Jean Michell Diz:

    ja uso o google analitics a algum tempo e nunca me aprofundei em pesquisar o que siginificava a taxa de rejeição.. Parabéns entendir perfeitamente .

  8. Paulo Napa Diz:

    E como funciona no caso de um blog onde não tem links. Por exemplo, todos os posts estão na página principal. O usuário acessa, lê tudo e sai sem precisar clicar em nada.

  9. Frederico Diz:

    Pessoal, parece mentira, mas não é. Posso provar mediante gráficos. Mas reduzi minha taxa de rejeição de 80% para 10% de forma bem simples: coloquei o código do google analytics antes da tag e antes da tag . Ou seja, coloquei o código em duas posições. Antes, eu só tinha o código perto da tag e algumas das minhas páginas não eram contabilizados pelo Analytics. Depois que coloquei o código também na parte inferior, o Analytics começou a contabilizar todas as visitas. Façam o teste. Eu descobri isso por um acaso quando tive que refazer meu blog.

  10. Frederico Diz:

    Pessoal, parece mentira, mas não é. Posso provar mediante gráficos. Mas reduzi minha taxa de rejeição de 80% para 10% de forma bem simples: coloquei o código do google analytics antes da tag final do cabeçalho (/head) e antes da tag (/body). Ou seja, coloquei o código em duas posições. Antes, eu só tinha o código perto da tag (/head) e algumas das minhas páginas não eram contabilizados pelo Analytics. Depois que coloquei o código também na parte inferior, o Analytics começou a contabilizar todas as visitas. Façam o teste. Eu descobri isso por um acaso quando tive que refazer meu blog.

  11. Rodrigo Diz:

    Rodrigo,

    Ainda tenho algumas suspeitas sobre a taxa de rejeição. Veja meu caso, e uma das páginas do meu site, estou com a seguinte métrica:

    Visualizações: 49
    Visualizações únicas: 20
    Tempo médio: 01min 48s
    Bounce rate: 100%

    Como isso é possível?

  12. Dermeval Diz:

    Quanto a questão do Frederico.
    Mas o analitycs diz que é pra colocar mesmo antes da tag “”

    Então talvez a questão era que estivesse no local errado e não porque precisa estar nos dois locais. experimente retira o codigo que está berto d “” pra ver se altera alguma coisa (tenho pra mim que não irá alterar)

  13. Maria Diz:

    Me diz uma coisa, e quando a gente usa um plugin para todos os links no texto abrirem em uma nova janela, isso também conta como bounce? eu vou abrir uma nova janela e aquela outra fica lá, aberta…

  14. Dermeval Junior Diz:

    Tenho uma dúvida pareceida com essa.

    Por exemplo, na minha loja eu exibo produtos do Mercado Livre que abre em outra janela; então se o usuário clica em um produto e abre uma nova janela para o Mercado Livre mas a minha continua aberta, o que será que acontece aos olhos do analitycs

  15. Jonathan Diz:

    Obrigado por essas informações com certeza foram muito instrutivas para mim. Nunca pensei que alterar o layout para facilitar a navegabilidade do usuário ajudaria em diminuir o Bounce Rate.

  16. Fabio Umpierre Diz:

    Olá,

    Gostei muito do artigo.

    Aconteceu uma coisa curiosa comigo,minha taxa de rejeição era de 65%. De uns tempos para cá caiu para 2,5% isso é praticamente impossivel, o que pode estar acontecendo?

    Obrigado.

Deixe uma Resposta

XHTML: Você pode usar essas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Seu comentário será avaliado pelo moderador antes de ser aprovado.


CheckList SEO
Segredos Adsense
Comunidade de SEO no Google +
Siga o Brasil SEO no Twitter!